ethan-johnson-IzUyV6BbfQw-unsplash.jpg

Psicoterapia com adolescentes.

A adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas e emocionais, que podem gerar insegurança. É nesse momento que se começa a descobrir um mundo diferente através da explosão de novas sensações, surgem novas regras, aprendizados e transformações corporais devido aos hormônios. Estas mudanças podem desencadear no adolescente angústia, dúvidas, oscilações de humor, rebeldia e crise de identidade.


É na adolescência que surge o momento de estabelecer novos vínculos fora do ambiente familiar, para compreender, atribuir sentido e descobrir seu lugar no mundo. Amores, paixões, amigos que compartilham visões de mundo, divergência com seus pais, contribuem e reafirmam desse modo a sua singularidade. É um período que costuma deixar os pais preocupados, já que seus filhos estão propícios a experimentações que virão a construir e agregar características à personalidade que tomam a conotação de algo duradouro.
Algumas questões que permeiam o universo do adolescente devem ser observadas como: alterações na alimentação (excesso, anorexia, bulimia), do humor, dificuldades para aprendizagem, relacionamentos, agressividade, insegurança, uso abusivo de bebidas alcoólicas, dependência química, bullying, gravidez precoce, dentre outros. Uma forma de auxiliar o adolescente nessa transição para o mundo adulto consiste no atendimento psicoterápico.


A proposta da terapia é oferecer um espaço ‘neutro’, onde o adolescente possa se sentir livre para falar de seus sentimentos, emoções, ideias e dúvidas. É um espaço para refletir sobre sua condição de existir, bem como a responsabilidade por suas escolhas, possibilitando o amadurecimento e o desenvolvimento pessoal.

678b20b7e76e3c81baa4f8c6ee1bc656.png