Psicoterapia Infantil

pexels-trinity-kubassek-225017.jpg

A infância é um período marcado por grandes descobertas ligadas ao processo de desenvolvimento e espera-se que a criança não apresente problemas que costumam acometer os adultos.
Entretanto, o que fazer quando os filhos apresentam comportamentos agressivos, de isolamento, de alteração do apetite, hiperatividade dentre outros?

É comum em certos momentos não compreendermos o que se passa com a criança, mesmo sabendo que há algo errado, já que muitas vezes nem elas sabem o que está acontecendo, apenas sentem o desconforto e reagem da maneira que podem, como por exemplo, se recusando em ir à escola ou evitando o contato com amigos.
Nesse momento, é fundamental procurar auxílio de um psicólogo infantil que irá utilizar recursos lúdicos como o brincar, cantar, jogar e contar histórias para se comunicar com a criança e compreender suas dificuldades, ajudando-a na sua relação com o mundo.

Uma característica bem particular do atendimento infantil é o fato de que o psicoterapeuta não se relaciona somente e diretamente com o seu cliente, mas também com a família, com a escola e, se necessário, com outros ambientes no qual a criança participa e que podem evidenciar dados relevantes em relação ao seu comportamento. Por perceber-se acolhida no contexto terapêutico, a criança passa a expressar seus sentimentos de angústia, medo, ansiedade e tristeza, possibilitando desse modo um desenvolvimento emocional saudável.

678b20b7e76e3c81baa4f8c6ee1bc656.png